ELC 2012 - XI Encontro de Linguística de Corpus e EBRALC 2012 - VI Escola Brasileira de Linguística Computacional

* ANAIS do ELC 2012: [aqui]

O XI Encontro de Linguística de Corpus (XI ELC) convida profissionais de Linguística, Computação, Linguística Histórica, Linguística Aplicada, Linguística Cognitiva, Ciências da Informação, e outras áreas que utilizem a Linguística de Corpus para que apresentem trabalhos concluídos ou em desenvolvimento dentro dessa área multidisciplinar. O XI ELC será realizado entre os dias 13 e 15 de setembro de 2012 no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação da USP, sede do Núcleo Institucional de Linguística Computacional (NILC), em São Carlos/SP, imediatamente após a VI Escola Brasileira de Linguística Computacional (VI EBRALC), que acontecerá nos dias 11 e 12 de setembro de 2012.

Nesta edição do ELC, pretende-se abordar o tema "Convergência tecnológica para o processamento e análise das línguas: novas tecnologias para a pesquisa linguística e pesquisa linguística para novas tecnologias". O Processamento de Língua Natural (PLN), também conhecido como Linguística Computacional, e a Linguística de Corpus (LC) têm tido um desenvolvimento significativo nas últimas décadas, em especial na Europa e nos Estados Unidos, principalmente para a língua inglesa. No Brasil, apesar dos avanços consideráveis da última década, essas áreas ainda não estão amplamente difundidas, pois se concentram em algumas universidades apenas, ficando submissas a grandes áreas como Computação e Linguística. Pretendemos mostrar com esta convergência a importância das tarefas que nascem sob a visão mais abrangente do PLN com a LC.

O objetivo da I EBRALC - inspirada na I Escola de Verão da Linguateca, realizada no Porto, em Portugal, em 2006 -  foi tornar conhecimentos em PLN e LC acessível a um público mais amplo, com viés multidisciplinar, familiarizando-o com conceitos e abordagens relacionados à construção e exploração de corpora, ao tratamento do léxico em suas várias modalidades (dicionários, glossários, ontologias) e à tradução automática, oferecendo-lhe também a oportunidade de ter uma experiência prática nessas áreas. Contudo, com o passar das edições, a EBRALC aproximou-se mais da Linguística, atendendo somente o público dessa área e, consequentemente, afastando-se da Computação. Nesta sexta edição, considerando que será realizada em um centro computacional, propomos uma volta às origens, com cursos de interesse de ambas as áreas, para recuperar o viés multidisciplinar fundado na primeira escola. Pretendemos, assim, reforçar neste ano a convergência tecnológica para as tarefas das áreas de Computação e Linguística, tema que tem ganhado bastante ênfase atualmente. 

A VI EBRALC será aberta com uma plenária sobre a área de síntese e reconhecimento de fala. Com isso, esta edição da EBRALC integra diversas subáreas de PLN que são de interesse não somente de profissionais de Linguística e Computação, mas também de diversas áreas relacionadas ao PLN e à LC, como a Engenharia Elétrica. Outras duas plenárias serão apresentadas no XI ELC, juntamente com uma mesa-redonda sobre "Reconhecimento e síntese de fala para o português e as interações entre linguistas e engenheiros: experiências e oportunidades".

Como inovação, teremos duas formas de submissão de trabalhos que também trazem novidades na forma de apresentação: a) trabalhos concluídos, com resultados relevantes, que serão apresentados como comunicação oral ou pôster, a critério da Comissão Científica, embora compartilhem o mesmo formato de submissão (artigos curtos) e b) trabalhos em andamento, submetidos como resumos, que os participantes apresentarão, em plenária, no que se chama “um minuto de loucura” (ou seja, fala de um minuto sobre um slide) e, em seguida, em laptop próprio diretamente aos interessados.

O evento social será realizado no sábado (15/9) pela manhã e será duplo: um passeio ao Museu “Asas de um Sonho” (Museu da TAM), seguido de um almoço numa fazenda histórica de café em São Carlos.

Finalmente, gostaríamos de ressaltar que não há sessões paralelas nesses eventos, o que tem garantido uma ampla e frutífera interação entre os participantes.